Como Voltar ao Primeiro Amor e Aquecer Sua Vida Espiritual

Você já se sentiu distante de Deus com a vida espiritual esfriando e desejou ardentemente e conscientemente voltar ao primeiro amor?

Eu não sei você… mas eu já senti que minha vida espiritual estava esfriando… Por várias vezes, eu me senti gelado…

Este abandono do primeiro amor foi exposto como reprovável por Jesus à igreja em Éfeso, conforme lemos em Apocalipse.

Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas. Apocalipse 2:4-5

Voltar ao Primeiro Amor

Voltar ao Primeiro Amor?

Fala a verdade… Você sabe o que é o primeiro amor? Muitos conceituam como sendo o entusiasmo do início da caminhada com Deus.

Discordo totalmente! Amor não é entusiasmo. Paixão é entusiasmo. Amar é uma decisão! Pronto, falei…

“Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força.” Marcos 12:30

O principal, o primeiro mandamento, é amar a Deus sobre todas as coisas.

Sendo o único Senhor, devemos amar a Deus de todo o coração, de toda a alma, de todo o entendimento e de toda a força.

Logo, voltar ao primeiro amor é praticar o amor na sua excelência, em qualidade e em entrega, como antes.

O Contexto do Abandono do Primeiro Amor

O alerta de Jesus sobre a necessidade de voltar ao primeiro amor foi direcionado à igreja em Éfeso e, sendo assim, nós precisamos compreender o contexto histórico da igreja e também conhecer um pouco mais sobre aquela importante cidade.

A Cidade de Éfeso

Ruínas da Cidade de Éfeso na Turquia

Éfeso era a cidade mais importante da província romana de Ásia, era situada perto do mar Egeu.

Duas estradas importantes cruzaram a cidade: uma seguindo a costa e a outra continuando para o interior, passando por Laodicéia.

Desta maneira, Éfeso teve uma localização muito importante de contato entre os dois lados do império romano: a Europa e a Ásia. Éfeso hoje seria a Turquia: em parte Europa, em parte Ásia.

Os historiadores calculam a população da cidade no primeiro século entre 250.000 e 500.000.

Espiritualmente, Éfeso era conhecida como o foco de adoração da deusa da fertilidade, Ártemis ou Diana. E o apóstolo Paulo viveu grandes batalhas espirituais lá.

Algo que você pode aprender bastante neste curso de Batalha Espiritual por Princípios Bíblicos.

E como era a igreja nesta importante e turbada cidade?

A Igreja em Éfeso

Aprendemos algumas coisas bem interessantes sobre a história da igreja em Éfeso, em outros livros do Novo Testamento.

Isto nos ajuda a entender a profundidade de Jesus tê-los exortado a voltar ao primeiro amor.

Com a série de instruções, nós podemos ver muito claramente o cuidado que o apóstolo Paulo praticava com a igreja em Éfeso.

Desde o início, houve a necessidade de examinar doutrinas e aceitar somente o que Deus havia revelado.

O Cuidado com a Igreja em Éfeso

Assim, Paulo deixou Áqüila e Priscila em Éfeso, no final de sua segunda viagem, onde corrigiram o entendimento incompleto de Apolo sobre o caminho do Senhor.

“Mas Paulo, havendo permanecido ali ainda muitos dias, por fim, despedindo-se dos irmãos, navegou para a Síria, levando em sua companhia Priscila e Áqüila, depois de ter raspado a cabeça em Cencréia, porque tomara voto. Chegados a Éfeso, deixou-os ali; ele, porém, entrando na sinagoga, pregava aos judeus. Rogando-lhe eles que permanecesse ali mais algum tempo, não acedeu. Mas, despedindo-se, disse: Se Deus quiser, voltarei para vós outros. E, embarcando, partiu de Éfeso.

Nesse meio tempo, chegou a Éfeso um judeu, natural de Alexandria, chamado Apolo, homem eloqüente e poderoso nas Escrituras. Era ele instruído no caminho do Senhor; e, sendo fervoroso de espírito, falava e ensinava com precisão a respeito de Jesus, conhecendo apenas o batismo de João. Ele, pois, começou a falar ousadamente na sinagoga. Ouvindo-o, porém, Priscila e Áqüila, tomaram-no consigo e, com mais exatidão, lhe expuseram o caminho de Deus.” Atos 18:18-22, 24-26

Paulo voltou para Éfeso, na terceira viagem, ensinando fundamentos importantes.

“Aconteceu que, estando Apolo em Corinto, Paulo, tendo passado pelas regiões mais altas, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos, perguntou-lhes: Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes? Ao que lhe responderam: Pelo contrário, nem mesmo ouvimos que existe o Espírito Santo. Então, Paulo perguntou: Em que, pois, fostes batizados? Responderam: No batismo de João. Disse-lhes Paulo: João realizou batismo de arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que vinha depois dele, a saber, em Jesus. Eles, tendo ouvido isto, foram batizados em o nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam.” Atos 19:1-6

Voltando da mesma viagem, passou em Mileto e convocou os presbíteros, advertindo-os do perigo de falsos mestres entre eles, lembrando que lá havia permanecido por três anos pregando a Palavra de Deus.

“Porque Paulo já havia determinado não aportar em Éfeso, não querendo demorar-se na Ásia, porquanto se apressava com o intuito de passar o dia de Pentecostes em Jerusalém, caso lhe fosse possível. De Mileto, mandou a Éfeso chamar os presbíteros da igreja…

Eu sei que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, por três anos, noite e dia, não cessei de admoestar, com lágrimas, a cada um.” Atos 20:16-17, 29-31

Paulo escreveu a epístola aos efésios, durante os anos na prisão. Para edificar os irmãos em Éfeso, ele também deixou Timóteo, orientando-o a admoestar os irmãos a não ensinarem outra doutrina.

“Quando eu estava de viagem, rumo da Macedônia, te roguei permanecesses ainda em Éfeso para admoestares a certas pessoas, a fim de que não ensinem outra doutrina, nem se ocupem com fábulas e genealogias sem fim, que, antes, promovem discussões do que o serviço de Deus, na fé. Ora, o intuito da presente admoestação visa ao amor que procede de coração puro, e de consciência boa, e de fé sem hipocrisia. Desviando-se algumas pessoas destas coisas, perderam-se em loquacidade frívola, pretendendo passar por mestres da lei, não compreendendo, todavia, nem o que dizem, nem os assuntos sobre os quais fazem ousadas asseverações.” 1 Timóteo 1:3-7

O Amor na Igreja em Éfeso

Você verá mais adiante como a carta de Paulo aos efésios destacou a importância do amor, um tema frisado, também, nesta carta de Apocalipse.

Podemos observar que na despedida dos presbíteros em Mileto, era evidente a presença do amor entre Paulo e os efésios.

“Então, houve grande pranto entre todos, e, abraçando afetuosamente a Paulo, o beijavam, entristecidos especialmente pela palavra que ele dissera: que não mais veriam o seu rosto. E acompanharam-no até ao navio.” Atos 20:37-38

Com tamanho cuidado e que tanto aprendeu sobre o amor, era natural que a igreja passasse a viver este amor.

E, quando abandonou o primeiro amor, não havia como deixar de ser exortada a tomar o caminho de volta.

Consegue compreender agora este direcionamento que Jesus deu na carta à igreja em Éfeso sobre voltar ao primeiro amor?

Quem Nos Exorta a Voltar ao Primeiro Amor?

Jesus, Alpha e Omega, com sete estrelas na mão e no meio de sete candeeirosPara compreender a autoridade daquele que falou sobre ter abandonado o primeiro amor, inicialmente, precisamos entender sobre as sete estrelas e os sete candeeiros.

Alguém que tem as sete estrelas na mão direita e anda no meio dos sete candeeiros, evidencia o governo e a presença de Jesus em relação às igrejas, observando como cada comunidade procedia.

Os efésios e os irmãos nas outras igrejas precisavam se lembrar do poder e domínio (as sete estrelas na mão direita) e da prontidão em agir (no meio dos sete candeeiros de ouro) de Jesus.

“Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro” Apocalipse 2:1

“Quanto ao mistério das sete estrelas que viste na minha mão direita e aos sete candeeiros de ouro, as sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candeeiros são as sete igrejas.” Apocalipse 1:20

Então, quem expõe o pecado e a necessidade de voltar ao primeiro amor, era quem exercia soberania sobre a igreja, Jesus Cristo, o Senhor da Igreja.

Quem Precisa Voltar ao Primeiro Amor?

O texto bíblico menciona que aquela carta era direcionada ao anjo da igreja em Éfeso.

Não querendo causar controvérsias ou polêmicas, mas apenas para refletirmos sobre duas linhas de pensamento…

A palavra anjo no grego é “aggelos” e significa mensageiro, um termo que poderia ser usado para se referir a um ser da dimensão espiritual ou mesmo para se referir a um ser humano, alguém enviado por Deus para proclamar a Sua mensagem.

Apenas o Líder Precisa Voltar ao Primeiro Amor?

Em alguns textos do Evangelho, temos o termo “aggelos” se referindo a mensageiros humanos.

Com isto, muitos compreendem que anjo em Apocalipse, poderia ser usado para se referir a um líder humano da igreja. E estaria neste líder a responsabilidade em receber a revelação de Deus e transmiti-la para a comunidade.

Em cada igreja, para supervisionar, existia mais que um presbítero, mais que um pastor.

Existem algumas questões aí…

Se mais de um pastor cuidava da igreja, a qual deles era destinada a carta?

Se esta passagem se refere ao pastor da igreja, como o cristianismo brasileiro crê, porque na tradução para o português a palavra grega “aggelos” não foi traduzida por mensageiro em lugar de anjo?

Uma observação que quero fazer é sobre alguns líderes que usam estes textos de Apocalipse sobre as mensagens aos anjos das 7 igrejas para assumirem um papel de super poderosos.

Colocam-se acima do bem e do mal, pisando nos demais, com uma prepotência, arrogância e jactância que se distancia em muito de alguém que vive Cristo dentro e através dele.

Não deveria ser assim, pois Jesus constituiu 5 ministérios: apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres.

Assim, o ministério pastoral não está acima como um título proeminente, mas evidencia um serviço ministerial como os outros 4 porque cada um tem seu papel fundamental na edificação da igreja.

Um Ser da Dimensão Espiritual Precisa Voltar ao Primeiro Amor?

Alguns defendem que a cultura judaica crê que os anjos de alguma maneira exerciam um papel na assistência do povo de Deus e consequentemente das igrejas, pois estariam presentes acompanhando seu desenvolvimento.

Mas um anjo, ser espiritual, teria de se consertar e voltar ao primeiro amor?

Se o anjo é um ser espiritual enviado por Deus, porque ele receberia uma mensagem de Deus através de um homem, João?

Todo Aquele Que Se Distancia do Primeiro Amor Precisa Voltar

Sem querer direcionar para qualquer uma linhas de pensamento, trouxe as duas possibilidades apenas para nossa reflexão.

Sendo seres humanos ou de outra dimensão, o entendimento que precisamos ter é que era uma mensagem à comunidade em Éfeso. Era algo coletivo, não individual.

Sendo assim, apesar de estar no singular, o anjo da igreja representava a comunidade, o coletivo dos irmãos da igreja.

Logo, todo aquele que está distante do seu melhor a Deus precisa voltar ao primeiro amor.

Quem Abandona o Primeiro Amor Tem Qualidades e Ainda Ama

Jesus elogia várias qualidades da igreja em Éfeso, pois conhecia as obras. Lembra que falamos de ter na mão (governo) e andar no meio (presença)?

Começa a aparecer sinal de esfriamento e distanciamento da igreja. O melhor do amor, evidenciado pelo amor inicial, o chamado primeiro amor, estava se perdendo.

Muitos que aceitaram a Cristo se tornaram orgulhosos e abandonaram o seu melhor. Tornaram-se desobedientes a Deus, passando acreditar em outras pessoas.

“Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer… Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.” Apocalipse 2:2-3, 6 

Mas devemos dizer que parte da comunidade é perseverante, pois seus membros sofreram por causa do nome do Senhor, suportando as lutas.

Independente de tempo de caminhada, de funções ministeriais e cargos eclesiásticos, ainda que defendendo a verdade contra falsos ensinos, todo aquele que se distancia do alicerce que é a base da vida cristã, precisa voltar ao primeiro amor.

O Abandono do Primeiro Amor

O problema dos efésios não foi uma questão de doutrina incorreta, mas de amor. Não a falta de amor, mas falta do melhor amor, o seu primeiro amor.

Eles abandonaram o seu primeiro amor, esquecendo dos grandes mandamentos que são os fundamentos dos ensinamentos bíblicos e do relacionamento com Deus.

“Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.” Mateus 22:37-40

Os efésios haviam esquecido que Paulo já os havia instruído sobre a importância do amor como alicerce da vida do cristão.

“E, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor” Efésios 3:17

“Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor… de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.” Efésios 4: 2, 16

“E andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave.” Efésios 5:2

“Paz seja com os irmãos e amor com fé, da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo.” Efésios 6:23

Abandonou o melhor do seu amor? É preciso voltar ao primeiro amor.

Seguir a Verdade em Amor

A igreja em Éfeso defendia a verdade, examinando todos os ensinamentos, resistindo às falsas doutrinas e aos homens maus. Excelente!

Mas eles precisavam, simultaneamente, praticar o amor verdadeiro para vencer o mal.

Nós precisamos amar a verdade, não apenas por praticar a justiça, querendo ser “certinhos”… Mas porque a verdade procede de Deus que é amor, nos amou primeiro e merece o melhor do nosso amor.

Amando também uns aos outros, feitos à imagem porque todos foram feitos à imagem e semelhança de Deus.

“Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.” Efésios 4:15-16

Distantes de Deus, frios, só conseguimos seguir a verdade em amor, se decidirmos voltar ao primeiro amor.

Decida Voltar ao Primeiro Amor

Se você está aqui, não é à toa! Eu creio que o Espírito Santo te conduziu por uma razão especial…

Existe uma linda canção que é um clássico das músicas cristãs, é uma daquelas canções da série hinos para orar…

É a música Primeiro Amor, composição de Aurélio Rocha, gravada originalmente pela banda Rebanhão e regravada depois por Carlinhos Félix e outros cantores.

Por isso, eu te convido a orar, cantando junto, se você está decidido a voltar ao primeiro amor…

Estou deixando a letra logo abaixo do vídeo.

Primeiro Amor
Quero voltar ao início de tudo
Encontrar-me contigo, Senhor
Quero rever meus conceitos, valores
Eu quero reconstruir

Vou regressar ao caminho
Vou ver as primeiras obras, Senhor
Eu me arrependo, Senhor
Me arrependo, Senhor

Eu quero voltar
Ao primeiro amor
Ao primeiro amor
Eu quero voltar a Deus

Como Aquecer a Vida Espiritual e Voltar ao Primeiro Amor

Com a correria dos dias atuais, com a quantidade de tarefas, voluntariamente ou não, muitas vezes não priorizamos o relacionamento com Deus e abandonamos o primeiro amor.

Prática que leva à morte espiritual e, quando a morte física chegar, o final será a morte eterna.

Como evitar isto? Como deixar de ter uma vida vazia? Como deixar de estar frio na fé? Como aquecer a vida espiritual voltar ao primeiro amor?

Jesus Ensinou Como Voltar ao Primeiro Amor

Jesus, o Senhor da Igreja, que nos exorta a voltar ao primeiro amor, nos deixou a dica:

  1. Lembrar de onde caiu (reconhecer seu pecado)
  2. Arrepender-se
  3. Voltar a praticar as primeiras obras

Isto está totalmente ligado a 3 atitudes que descobri na Palavra de Deus e que mostram a espinha dorsal, o eixo central do caminho que alguém deve percorrer para amar a Deus acima de todas as coisas.

Sequência de 3 Passos Poderosos Capaz de Aquecer a Sua Vida Espiritual e Fazer Você Voltar ao Primeiro Amor

Eu descobri na Palavra de Deus uma sequência de 3 passos poderosos que é capaz de aquecer a sua vida espiritual e de te fazer voltar ao primeiro amor.

Você pode baixar grátis esta sequência de 3 passos agora mesmo, basta clicar no link abaixo e se cadastrar para receber por e-mail.

→ Quero baixar grátis a sequência de 3 passos

Que o Senhor te abençoe e te guarde! Que Ele te conduza e governe a sua vida! Você tem acesso!

O que você pode nos dizer sobre voltar ao primeiro amor? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos! 🙂

5 (100%) 1 voto

Aprenda Como RENOVAR SUA VIDA ESPIRITUAL Com 3 Princípios Bíblicos SIMPLES e PODEROSOS

Geraldo Augusto

Filho de Deus, amigo do Espírito Santo, discípulo de Cristo, marido, pai, servo, pastor, designer, desenvolvedor e empreendedor digital.

Website: http://vocetemacesso.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge