5 Princípios da Oração Eficaz [Aprenda Como Devemos Orar]

Você já orou e pareceu que sua oração não passava do teto? Fale a verdade… você já pensou que Deus não te ouvia? Eu já. Mas como devemos orar? Quais os princípios da oração eficaz?

Outro dia, uma pessoa me disse que algumas orações são respondidas porque há filhos prediletos. Hummm… Aquilo não me caiu bem aos ouvidos.

Afinal, o mundo espiritual é regido por princípios estabelecidos por Deus. E, fora destes princípios bíblicos, como orar a Deus e ser atendido? Não há como!

E, na real mesmo… Muitas vezes, nem priorizamos as bênçãos espirituais e ainda chegamos a Deus, em oração, de qualquer maneira.

A oração do justo que agrada ao Pai é de quem treme da Palavra de Deus e tem o coração que se sente miserável na presença de Deus.

A oração que recebe a atenção de Deus é aquela feita por quem se sente triste por suas falhas, distante do ideal de Deus e muito passível de seu julgamento.

Quebrantamento e humildade naquele que ora são fundamentais.

Além destes importantes requisitos, Jesus nos disse que pedimos e não recebemos porque pedimos mal. Mas sabemos que “muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo”… E aí… como fica?

É por isso, então, que quero compartilhar 5 princípios da oração eficaz para você saber como devemos orar.

Veja também:

5 Princípios Bíblicos da Oração Eficaz [Aprenda Como Devemos Orar]

Princípios da Oração Eficaz, Como Devemos Orar

Tiago, irmão de Jesus, que tinha o olhar não apenas por caminhar ao lado do Senhor, mas por ter intimidade do convívio familiar, nos ensina que a oração do justo é eficaz.

“Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Está alguém alegre? Cante louvores.

Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor.

E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.

Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.

Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu.

E orou, de novo, e o céu deu chuva, e a terra fez germinar seus frutos.” Tiago 5:13-18

No contexto da eficácia da oração, o texto de Tiago nos ensina que no sofrimento devemos orar e não louvar. Ele fala também sobre alguns princípios da oração.

Afinal, como devemos orar? Quais os princípios da oração eficaz? Vamos ver 5 deles a partir de agora.

#1. Fé Genuína

Vamos ao 1º dos princípios da oração eficaz para você aprender como devemos orar?

“Então, Pedro, lembrando-se, falou: Mestre, eis que a figueira que amaldiçoaste secou.

Ao que Jesus lhes disse: Tende fé em Deus; porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele.

Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.” Marcos 11:21-24

No episódio da figueira, Jesus demonstra que é necessário orar crendo que já recebemos. Isto é fé genuína.

Mas o contexto disto é que a fé genuína usa a voz profética: “Então, lhe disse Jesus: Nunca jamais coma alguém fruto de ti! E seus discípulos ouviram isto.”. Marcos 11:14.

E também o exercício da fé genuína precisa ser com o coração limpo: “E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas. [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]”. Marcos 11:25-26.

“Perguntou Jesus ao pai do menino: Há quanto tempo isto lhe sucede? Desde a infância, respondeu; e muitas vezes o tem lançado no fogo e na água, para o matar; mas, se tu podes alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos.

Ao que lhe respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê.

E imediatamente o pai do menino exclamou [com lágrimas]: Eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé!” Marcos 9:21-24

A fé genuína demonstra que sabemos que tudo é possível quando cremos. E, se a fé estiver faltando, podemos pedir ajuda ao Senhor.

“Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura.” Hebreus 10:19-22

A fé genuína é a plena certeza demonstrada quando entramos na presença de Deus com confiança e coração limpo.

“Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.

Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento.

Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.” Tiago 1:5-8

Exercitar a fé genuína é não duvidar, é ter convicção.

A fé genuína é o 1º dos princípios da oração eficaz que quero compartilhar para você entender como devemos orar.

#2. Nome de Jesus

Vamos ao 2º dos princípios da oração eficaz para você aprender como devemos orar?

“E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.

Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.” João 14:13-14

Orar em nome de Jesus é fundamental porque não só usamos o nome que está sobre todos os nomes como deixamos registrado no mundo espiritual que a glória por aquilo que recebermos é do Pai e não nossa.

“Assim também agora vós tendes tristeza; mas outra vez vos verei; o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém poderá tirar.

Naquele dia, nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu nome.

Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa.” João 16:22-24

Orar em nome de Jesus gera alegria completa porque nos reunimos a Ele espiritualmente, nos tornamos um com Cristo.

“Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.” João 15:16

E a chave para usar o nome de Jesus, não como palavra mágica, mas como princípio, é primeiro dar frutos que permaneçam.

O nome de Jesus é o 2º dos princípios da oração eficaz que quero compartilhar para você entender como devemos orar.

#3. Propósito Alinhado à Vontade Deus

Vamos ao 3º dos princípios da oração eficaz para você aprender como devemos orar?

“Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus.

E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve.

E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito.” 1 João 5:13-15

A certeza de que Deus ouve a nossa oração e nos atenderá vem de saber que estamos pedindo segundo sua vontade.

“Adiantando-se um pouco, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres. (…)

Tornando a retirar-se, orou de novo, dizendo: Meu Pai, se não é possível passar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade. (…)

Deixando-os novamente, foi orar pela terceira vez, repetindo as mesmas palavras.” Mateus 26:39; 42; 44

Jesus foi o grande exemplo.

O propósito alinhado à vontade de Deus é o 3º dos princípios da oração eficaz que quero compartilhar para você entender como devemos orar.

#4. Prioridade no Reino de Deus

Vamos ao 4º dos princípios da oração eficaz para você aprender como devemos orar?

“E nisto conheceremos que somos da verdade, bem como, perante ele, tranqüilizaremos o nosso coração; pois, se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas.

Amados, se o coração não nos acusar, temos confiança diante de Deus; e aquilo que pedimos dele recebemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos diante dele o que lhe é agradável.” 1 João 3:19-22

Guardando a Palavra de Deus e a praticando, demonstramos que nossa prioridade é o Reino de Deus e sua justiça.

A prioridade no Reino de Deus é o 4º dos princípios da oração eficaz que quero compartilhar para você entender como devemos orar.

#5. Perseverança

Vamos ao 5º dos princípios da oração eficaz para você aprender como devemos orar?

“Perseverai na oração, vigiando com ações de graças.” Colossenses 4:2

“Orai sem cessar.” 1 Tessalonicenses 5:17

Orar precisa ser algo constante e perseverante.

“Disse-lhes Jesus uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer:

Havia em certa cidade um juiz que não temia a Deus, nem respeitava homem algum.

Havia também, naquela mesma cidade, uma viúva que vinha ter com ele, dizendo: Julga a minha causa contra o meu adversário.

Ele, por algum tempo, não a quis atender; mas, depois, disse consigo: Bem que eu não temo a Deus, nem respeito a homem algum; todavia, como esta viúva me importuna, julgarei a sua causa, para não suceder que, por fim, venha a molestar-me.

Então, disse o Senhor: Considerai no que diz este juiz iníquo.

Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?” Lucas 18:1-7

Jesus nos ensinou o dever de não esmorecer, mas perseverar em oração.

No Antigo Testamento, também vemos a importância da perseverança em oração.

“Quando Moisés levantava a mão, Israel prevalecia; quando, porém, ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque.

Ora, as mãos de Moisés eram pesadas; por isso, tomaram uma pedra e a puseram por baixo dele, e ele nela se assentou; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um, de um lado, e o outro, do outro; assim lhe ficaram as mãos firmes até ao pôr-do-sol.

E Josué desbaratou a Amaleque e a seu povo a fio de espada.” Êxodo 17:11-13

Durante a guerra contra os amalequitas, vemos o posicionamento de Moisés fundamental para vitória do exército hebreu.

“Então, disse Elias a Acabe: Sobe, come e bebe, porque já se ouve ruído de abundante chuva.

Subiu Acabe a comer e a beber; Elias, porém, subiu ao cimo do Carmelo, e, encurvado para a terra, meteu o rosto entre os joelhos, e disse ao seu moço: Sobe e olha para o lado do mar. Ele subiu, olhou e disse: Não há nada. Então, lhe disse Elias: Volta. E assim por sete vezes.

À sétima vez disse: Eis que se levanta do mar uma nuvem pequena como a palma da mão do homem. Então, disse ele: Sobe e dize a Acabe: Aparelha o teu carro e desce, para que a chuva não te detenha.

Dentro em pouco, os céus se enegreceram, com nuvens e vento, e caiu grande chuva. Acabe subiu ao carro e foi para Jezreel.” 1 Reis 18:41-45

Lembra de Elias que lemos no texto de Tiago? Em 1 Reis, aprendemos que Elias perseverando em oração até que viesse novamente a chuva.

A perseverança é o 5º dos princípios da oração eficaz que quero compartilhar para você entender como devemos orar.

Conclusão

Aprendemos como devemos orar através destes 5 princípios da oração eficaz, não é mesmo? Vamos revisá-los?

  1. Fé genuína
  2. Nome de Jesus
  3. Segundo a Vontade de Deus
  4. Prioridade ao Reino de Deus
  5. Perseverança

Este estudo foi inspirado no eBook Como Orar a Deus, da Escola do Chamado, que ensina como falar com Deus de maneira eficaz.

Eu recomendo que você faça o download gratuito e seja muito edificado com os ensinamentos que encontramos lá sobre conhecendo a oração, segredos espirituais e orações eficazes.

Que o Senhor te abençoe e te guarde! Que Ele te conduza e governe a sua vida! Você tem acesso a saber como orar de maneira eficaz!

4.7 (93.33%) 3 votos

Aprenda Como RENOVAR SUA VIDA ESPIRITUAL Com 3 Princípios Bíblicos SIMPLES e PODEROSOS em

Geraldo Augusto

Filho de Deus, amigo do Espírito Santo, discípulo de Cristo, marido, pai, servo, pastor, designer, desenvolvedor e empreendedor digital.

Website: http://vocetemacesso.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge